Óleo de soja

Óleo de soja

óleo de soja é extraído da semente de soja e é utilizado como fonte de alimento e com as novas tecnologias também pode ser usada como biocombustível. A soja (Glycine max (L) Merrill) pertence à família das leguminosas, plantas cuja semente encontra-se dentro de vagens.

Extração

Para extrair o óleo é necessário colocar suas sementes em uma prensa de alta pressão que as espremerá até retirar-se todo o óleo contido nelas. A alta pressão causa variações positivas de temperatura o que torna o óleo de coloração escura e sabor forte. Após a prensa é feito o processo de clarificação e refinação para eliminar impurezas. O produto final é chamado de óleo virgem que deve estar sem a presença de partículas sólidas e corpos estranhos.
Na prensa a frio, ou seja, extração à baixa pressão, não há aquecimento do óleo e o rendimento é bem inferior, em termos quantitativos, ao procedimento de alta pressão. A prensa a frio produz um óleo de qualidade superior, mas, por motivos de altos custos, não é acessível à maior parte da população, que tem certos limites financeiros e opta por outros tipos de menor qualidade, contudo de menor preço.
Porém, este processo é utilizado em maior escala em óleos de oliva, pois um bom procedimento para óleo de soja é o de embeber as sementes num líquido, solvente orgânico geralmente, capaz de dissolver o óleo. A mistura de óleo e solvente é posteriormente submetida a uma série de processos para separá-los.
Principais produtores de óleo de soja
  • Estados Unidos da América — 35,5%
  • Brasil — 18,4%
  • Argentina — 8,3%
  • República Popular da China — 5,3%
  • Países Baixos — 3,7%
  • Japão — 3,6%
  • Índia — 4%
  • Alemanha — 3,1%
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies para oferecer a melhor experiência para seus visitantes. Criado por WP RGPD Pro